Pages

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Bensé - Album [2009] [Réédition]


Salut tout le monde! Estou em débito com vocês meus caros leitores. As postagens andam lentas, ando meio cansado e me falta paciência para fuçar informações e escrever e escrever, ai ai. Bem vamos terminando setembro finalmente com este que figura entre a novíssima safra de representantes do folk-rock francês, o Bensé. Sua música é realmente boa e por acaso, descobri-o em minhas andanças virtuais. Outro grande achado. Seu nome completo é Juien Bensé e ele nasceu em 18 de Abril de 1980, na cidade de Nice. Vindo de familia de origem Argelina, ele cresceu em meio à um ambiente familiar repleto de musica, aprendendo ainda adolescente a tocar violão. Bensé sempre demonstrou pouco afeto pelos estudos, sempre direcionando para as baladas e a música. Após o termino dos estudos que culminou com a obtenção de um diploma de direito, sai de Nice em 2002 instalando-se em Paris. Bensé começa sua carreira cantando em pequenos bares, de bar em bar acaba que um dia topa com o cantor Teté, outro grande nome da musica francesa atual, porém com mais estrada que o ele. Nosso jovem artista, aos poucos vai galgando os degraus rumo a sua realização profissional aumentando a quantidade de apresentações nos grandes palcos como no Le Réservoir, Le Divan du Monde, La Flèche d'Or, La Cigale e mesmo na televisão. Bensé participa de outros eventos musicais, apresentando-se em festivais de repercussão, porém foi apenasno La Scène Bastille que Bensé é visto por um representante da Universal Publishing e asim descobeto finalmente. Albgum tempo depois, ele assina contrato com a Naïve Records, a mesma gravadora da Carla Bruni. Em maio de 2008 Bensé lança seu primeiro disco, intitulado apenas de Album, juntamente como primeiro single Au Grande jamais, que obteve considerável sucesso nas radios. Gravado em 15 dias, no studio de la Frette em Paris, um solar antigo. Esse disco é inspirado na obra Cem anos de Solidão, do escritor colombiano Gabriel Garcia Marquez, o título do disco é justamente a representação de um album de verdade, um álbum de fotografias de familia que é a vida, álbum esse que pode ser interpretado em cada musica, realmente muito criativo. Podemos perceber instrumentos diversos neste trabalho como a marcante gaita de boca juntamente com uma poderosa bateria, violão e baixo típicos dos anos 60, celo e piano de meados do século 19,
Este primeiro disco mescla melodias caracteristicamente anglo-saxãs bem harmonizadas com letras cheias de sentimento, enriquecidas por serem cantadas em francês, com partes em espanhol e inglês também. Album é um disco muito gostoso de se ouvir, suave, alegre as vezes, nostalgíco, melancólico também, emocionante, de musicalidade agradável, com arranjos bem colocados, feitos ao vivo, que dão à este trabalho um semblante de originalidade e bom gosto na escolha das faixas e na produção de cada faixa. Tal fato se deve à influencia musical do Bensé, Bob Dylan & the band, Cat Stevens, Bruce Springsteen, Neil Young ou Nino Ferrer. Album é definitivamente um disco a se ouvir. Realmente o disco inteiro vale a pena, mas vou destacar algumas faixas em especial, Au grand jamais e Mon frère por serem singles, nao perdem seu brilho, Petite e Après nous, com participação da cantora Rose e Dans ma soucoupe, em parceria com o Teté, sensacional. Deixo-os apreciar e opinar. Página Oficial: www.benseonline.com


Download do disco Aqui.

PS: Olá pessoal, finalmente consegui a edição completa com 14 faixas, 13 faixas e uma escondida cantada em inglês Make this planet move que completa a tracklist. Finalmente mil vezes, e tudo graças ao Manu - Emmanuel Junior que me cedeu gentilmente a tão buscada canção. Un grand merci mon cher!


Au grand jamais para vocês conferirem.

3 comentários:

Vandré disse...

saiu o novo disco de marie-mai.. posta ele...

Rayane Dantas disse...

Monsier o link está quebrado. :(((

Ribamar Bezerra disse...

Oi Rayane,
link consertado. vamos ver se dessa vez eu consigo mantê-lo. Tê tentando disfarçar ^^