Pages

domingo, 26 de abril de 2009

Natasha St Pier - Natasha St Pier [2008]

Promissora figura da música quebequense de exportação para a França Natasha St pier nos conquista com mais um lançamento em sua galeria discográfica. E esse disco diferencia-se notoriamente dos demais, em especial por sua cara urbana, suas batidas eletrônicas, aspecto bem incomum se o comparamos a suas produções anteriores.
Muitas criticas negativas pude perceber em relação a este disco, li alguma coisa em outros sites, mas o escutei bem antes de publicar esta crítica e voto por dizer algo positivo, visto que gostei do disco, uma inusitada produção cheia de sentimento e emoção bem típicos de nossa artista, sem falar que essa cara nova renova a visão que temos da musica francófona muito agradável. Falando mais diretamente das faixas é possível notar já na 1ª, intitulada Embrasse-moi, a sensualidade da voz de nossa artista, que seguramente se mostra capaz de produzir algo mais dansante em co-produção Pascal Obispo e Lionel Florence, em seguida temos L'esprit de Famille, falando dos laços familiares, do sangue, desse elo importante com música, L'instinct de survie conta as dificuldades pessoais de sua familia, aspectos mais pessoais de sua vida, que ela superou com força de vontade, John, (Jonathan) e outra faixa nessa linha, que fala de seu irmão caçula, destaco outros títulos também interessantes com outras temáticas, como 1,2,3(single atual) o amor de criança que nada espera em troca, L'orient-express é outra que não passa batido, viciante eu diria, Où que jaille é outra faixa do disco que vale à pena, agradável, moderna e bem arrajada, nos conquistando de cara, até porque dispõe de melodia fácil, que realmente fixa na mente. Decididamente esse é um disco que inova sem perder a essência da Natasha porém o aspecto comercial agrada gera músicas não monótonas as demais fixam-se em um clima mais ameno agradando ainda sim, rumando para uma atmosfera mais próxima dos discos anteriores. Vale salientar que parte das músicas foi escritas por sua amiga Elodie Hesme, acho que isso deu um toque especial à cada uma delas. Mesmo com as críticas negativas à mudança, que julguei bem-vinda, Natasha não deixa a desejar, variétés este é seu nome minha jovem.
Deixo aqui minha insatisfação pelo descaso da mídia com os artistas francófonos como a Natasha que merecem bem mais do que sucesso regional. Natasha na web: www.natasha-stpier.com/
seguras para esse álbum

Baixem o
disco Aqui


Embrasse-moi para vocês ouvirem

13 comentários:

Sílvia Simões |Lizzie| disse...

Monsieur Ribah ! Demorei, mas cheguei!
Seu blog tá lindo! Altos recursos, quando passei por aqui tinham 3 pessoas online! Uhuuuuu!!
È um trabalho incrível que merece ser reconhecido sempre!!
Beijos e que você sempre possa nos sar muita informação de boa música!!

Ribamar Bezerra disse...

Oi Lizzie, merci pour la visite, tu es très gentile!! Baby isso aqui dá um trabalho, mas tenho recebido tanto apoio, tenho mantideo contato com tanta gente legal e ajudado à tantos na descoberta da musica francófona que eu mesmo não imaginava, é um grande prazer.

agradecido por seu reconhecimento :-)

Anônimo disse...

Ribamar,
Sou fanzasso da Natasha e não que perder este album. Como faço para baixa-lo? meu email rafaeldooliveira@yahoo.com.br
Um abraço Ribah
Rafael Oliveira

Rafs disse...

Poxa Ribah! 15 dias sem novidades?

risos*...

Claudia Ka disse...

Agradecida pela dica.
Tou numa onda de música pop italiana lá no blog. Passe lá !
:D
Claudia Ka

Sílvia Simões |Lizzie| disse...

Ribamar!!!
Agora estou passando pra agradecer a visita ao meu blog, haha!
Coloquei o RSS do seu lá na minha página!
Muita gente procura música francesa lá, então fora o que já posto, agora encaminho para o profissional, huahuahauh!
O legal dos blogs é isso, né? Receber o apoio da galera e ainda fazer contatos super interessantes!
Beijão!! Se cuida!!

Ribamar Bezerra disse...

Oi Lizzie fico feliz com sua consideração ehehe, lhe agradeço o encaminhamento ;-)

PS: Rafa vc pensa que tou brincando é meu filho!? tou cheio de estudo e trabalho, talvez até eu tire férias daki e passe mais de 15 dias ;-p

Rafs disse...

uahuahuahuahua

Mas Ribah o que faço se você tirar férias? Entro em vários sites, baixo vários álbums mas com seu blog pelo menos já sei o que estou baixando!!!

Se tirar férias precisará de um backup... seus leitores não viverão sem você!!

rs*...

Ribamar Bezerra disse...

Pois é rafa estou atarefado, e fora que fazer uma crítica não é fácil, preciso de tempo pra ouvir o disco e senti-lo e buscar informações, dá um trabalhão, nao acontece assim, sem flar q mtas vezes nem eu estou afim de ouvir musica em francês, tou só com os artistas anglófonos, enfim.

PS: Claúdia baby, é q musica em italiano não me apetece tanto, o inglês estraga a gente rs depois dou uma passada lá.

PSII: Rafa tou pensando em dar 1 tempo do francês, os ingleses precisam d divulgação tmbém, música pop britânica, interessante viu, 1 projeto antigo de música new age também, enfim. Ai, ai ;D

Bruna disse...

Esse blog é um achado!Acho música francesa muito charmosa.
Parabéns pelo blog!

Ribamar Bezerra disse...

Obrigado Bruna, agradeço a visita e o elogio, dá um trabalhão isso aqui viu, ;-)

Tempestade disse...

Natasha eu conheci através de uma ex-professora do curso.
Muito boa mesmo!
E o blog está maravilhoso!
Parabéns!
beijo!

Ribamar Bezerra disse...

Grato pela visita Tempestade e obrigado pelo elogio tambem ;-)