Pages

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Indila - Mini-Wold[2014] [CD 176]

Salut tout le monde! Monsieur Ribah de retour! o/ Vamos a nossa primeira postagem!
Caros leitores, je vous présente "l'enfant du monde", Indila!
Escolhi-a como postagem de retorno pessoal porque achei seu trabalho bastante relevante pra um recomeço. Mini-World é o primeiro disco desta que figura entre os artistas pop da atualidade francesa e sim eu gostei muito do dito cujo!
Nossa jovem de cabelos compridos chama-se Adila Sedraia e é sim francesa de origem, porém com ascendência indiana, cambojana, egípcia e argelina. Como ela mesma se define, "Uma criança do mundo'. nascida ainda nos anos 80. Influenciada por estilos musicais como o R'n'B, o rap e rilha sonora de filmes de Bollywood, Indila começa sua carreira no mundo da música em colaborações com vários artistas como OGB, Rohff, Soprano, TLF, Nessbeal, The Algérino, DJ Abdel ou Youssoupha. De início como compositora, assinando suas composições já como Indila.
               E o que dizer sobre  Mini-World? Bem, uma trabalho bem produzido, misturando elemento de uma música pop bem contemporânea, temas interessantes, elementos de músicas do oriente e  vocais pra lá de bons, ah e o recurso de outras línguas como Inglês e Hindi, apesar do Francês predominar. Indila construiu muito bem seu pequeno mundo musical, admito.
                 O disco começa com a faixa "Dernière danse", primeiro single, lançado em pleno 13 de novembro, meu aniversário, oia que riqueza! Pois é, boa escolha para um lançamento, essa faixa já conquistou assim que tocou nas rádios francesas e traz em sua ambientação antiga um 'q' de originalidade, um chame de  cartão postal, justo a esses elementos, a voz de início frágil e depois forte e imponente da Indila. "Tourner dans le vide" foi o segundo single e já traz uma roupagem mais oriental auxiliada pela voz exultante e mais agressiva da Indila que lembra músicas típicas do oriente médio. SOS é o terceiro single que será lançado ainda e traz a colaboração do rapper Youssoupha que em dupla com nossa cantora traz uma atmosfera mais sonho romântico. Com sua voz pequena, cheia de ecos ela nós lança um "SOS", mostrando vulnerabilidade. A interpretação é realmente um dos pontos fortes da Indila. Acompanhada por uma guitarra onipresente, ela oferece aqui uma bem-sucedida e calibrado título para tocar nas rádios. Grande potencial essa faixa tem, uma dos melhores do disco.
             "Comme un bateau " é a próxima faixa e nela vemos aquela atmosfera sombria e misteriosa dar lugar a uma roupagem mais acústica e uma melodia cativante. "Run Run", faixa 6 segue no ritmo do sucesso com um ritmo e uma batida envolventes, com uma sonoridade bem urbana, me fascinei por essa música que fala da correria diária nossa para sobrevivermos neste mundo capitalista, Gostei num nível 100%.  "Ego" é a próxima faixa, meio sombria, ela começa com uma batida totalmente 'They don't care about us" do Michael Jackson, uma música forte, com ares cinematográficos que nos impulsiona com uma refrão bem "Nós somos o mundo", agradou-me bastante.
                  Seguindo a análise do disco temos a próxima faixa "Boite en argent" canção ambientando uma "love story", aqui revive a melodia "boîte à musique". Classificada no estilo 'variedade', "Boite en angent" é uma canção na qual a autora lamenta a perda de seu grande amor. "Tu m'entends pas", próximo título do disco, negligencia a atmosfera dos singles para mostrar um estilo pop-folk acústico, que flui em um ritmo diferente do que foi oferecido no disco até agora, valeu pela diferença. O jogo de voz em seus versos e refrões os torna cativantes com as repetições
                        E chegamos à última faixa, Mini-World. Com ar cinematográfico poderia muito bem encerrar nos créditos de alguma película.Uma faixa com produção épica, one a cantora utiliza sua voz soando como uma névoa que se dissipa. Uma viajem! Aqui ela se vê naquele onirismo das primeiras faixas e fala de seu desejo de cantar e de escapar da realidade. Ela se despede e nesse 'mini-mundo' onde ela se conforta, fecha o disco. 
                       Para um primeiro álbum, "Mini-World" é sucesso, bem produzido, dirigido por uma voz inebriante e corais que dão ao trabalho uma dimensão épica. A música pop atual precisa de uma melhorada. Um disco com muitas influências que mantêm sua originalidade, vale a pena ouvir.

 
Mais sobre a Indila? Vão para sua página virtual oficial ou no Wikipedia clicando aqui.


Para nossa artista, ela mandou muito bem nesse trabalho. Aprovei.


Pessoal o link pro CD tá AQUI

Vídeo de Dernière danse para vocês conferirem ;-)






2 comentários:

Leandro Sampaio disse...

Olá!!!
ótimo blog
Gostaria de saber se vc ainda tem o CD - TOYSTORE coralie Clement, caso tenha, pode passar?

Muito obrigado e ótimo blog!!

Ribamar Bezerra disse...

Tenho sim Leandro.
Aos poucos vou redisponibilizá-los pra download. Avisarei aqui no blog.
Agradecido pela visita :-)