Pages

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Serge Gainsbourg - Gainsbourg version femmes - 2000

Um disco cheio de músicas memoráveis que nos levam por uma época de um brilho único que pertenceu aos anos dourados de 60, 70 e ainda dos anos 80. sinceramente uma compilação pra lá de interessante, contendo gravações de grandes intérpretes femininas da musica francesa, todas compostas pela mente brilhante do boêmio Serge Gainsbourg, nome não menos conhecido de um dos grandes sucessos do show-biz francês. Talentoso compositor, soube trafegar por diversos ritmos e estilos, produzindo muitas músicas para filmes e trabalhos que vão do jazz ao rock e reggae, incluindo um álbum com Sly Dunbar & Robbie Shakespere na Jamaica.
Nascido em Paris, filho de judeus russos que emigraram para a França, fugindo da revolução de 1917 e filho de pai pianista que tocava em clubes da cidade, Gainsbourg construiu uma carreira cheia de escândalos e amantes. É difícil falar de alguém com tanto potencial, com o brilhantismo que o Serge teve, vou compilar as palavras de Sylvie Simmon que escreveu a biografia Serge Gainsbourg : Um Punhado de Gitane “um extrovertido tímido, um realista surreal, um iconoclasta que ansiava por tornar-se ele mesmo um ícone, um homem que podia beber com policiais num dia, assistir a filmes pornográficos com Dali no outro, fazer amor com algumas das atrizes mais belas do mundo (sem jamais deixar que elas o vissem nu) e morrer solitário em sua cama depois de uma vida inteira de auto-abuso absolutamente heróico, ou pelo menos incontestavelmente artístico”. E mais, "Foi ele que de forma cavalheira apresentou a chanson francesa ao pop. E fez com que o pop se encantasse com a nova amizade. Mostrou, com seus medos e sua ousadia, a face escondida do povo francês. O sempre sisudo francês e a sempre misteriosa francesa se apaixonaram por ele — às vezes não admitindo um amor por criação tão contundente."
Version Femmes oferece um leque de opções e de variações de Gainsbourg e suas colaboradoras, passando por nomes memoráveis, como Isabelle Adjani em Pull Marine, Bambou com a saudosa Lulu, a intensa Bigite Bardot em Harley Davidson (é engraçado como ela pronuncia essa palavra), Jane Birkin, que foi sua esposa, tem duas faixas inclusas nesta compilação, Fuir le bonheur du peur qu'il ne se sauve e L'aquoiboniste, Petula Clark, outro nome famoso dos anos 60 e 70 também aparece a leve e divertida La gadoue, Comment te dire adieu com a eterna Françoise Hardy possui essas mesmas características, com um ar mais sexy e envolvente, enfim, referências e mais referências podem ser dadas a esse trabalho que agrada às velhas e novas gerações, claro, os que sabem apreciar boa música, sendo que muitas delas são atemporais, ou ainda que presas ao tempo, continuam capazes de nos envolver e seduzir.




Já sabem, link para download aqui



Vídeo do Gaisnbourg e sua filha Charlotte Gainsbourg, bem escndaloso na época.


5 comentários:

Elvis "Wolvie" disse...

Realmente, imagino que o vídeo tenha sido um escândalo! =O
Parece interessante o álbum, acho que eu vou querer os links, msieu! =D

Ribamar Bezerra disse...

Ok Wolvie, vou envia-lo, na verdade eh um soh ;-)

Luanna disse...

Adoro o Sergin *-*

Vou aproveitar muito bem esse álbum...

Parabéns como sempre a vc e seu blog de música francesa.
;***

Beijos Riba

Luanna

Ribamar Bezerra disse...

Muito merci Luanna :-D
fico feliz com os comentários de vcs :-)

bjo.

Thaís Ruama disse...

Este link está desativado, tem como atualizar? Merci :)